Reflexão após 6 meses de armário cápsula

Criar um armário cápsula

Foi em dezembro que inicie este blog, mas foi no fim de outubro, quando o calor foi embora, que decidi que ia criar um armário cápsula com consciência. Como já tinha contado, o conceito de um armário mais pequeno, mais simples e mais funcional já se vinha a instalar desde o outono de 2016 mas não tinha uma grande consciência do assunto.

Agora que limpei tudo, escolhi determinadas peças e vivi com elas durante 6 meses, posso partilhar melhor a minha experiência e como é verdadeiramente viver com um armário cápsula – que em tempos me parecia algo completamente impossível. Há coisas boas e coisas más, mas o balanço é bastante positivo e por isso só tenho vontade de adotar este conceito mais minimalista para tudo na minha vida.

 

Posso acordar 20 minutos mais tarde

Escolher o que vestir sempre foi algo em que perdia muito tempo. Raramente conseguia decidir no dia anterior o que me obrigada a acordar um bom bocado mais cedo e, muitas vezes, a tirar o armário todo para fora até conseguir decidir. Com um armário muito mais funcional gosto de me ver com todas as peças, acho que todas me ficam bem e me deixam confortável, por isso não há dramas, pego em qualquer coisa e estou pronta em poucos minutos.

Há menos roupa para lavar

Pode parecer estranho, se tenho menos roupa é natural que tenha de a lavar mais vezes, mas o que me acontecia antes é que tinha tanta roupa que chegava a deixar alguma roupa por lavar durante MESES. Porquê? Porque pensava sempre que determinadas peças não era prioritárias e iam ficando para trás. Agora só tenho praticamente o essencial e portanto mesmo tendo de lavar as coisas com mais frequência há muito menos roupa para lavar.

Ninguém acha que eu ando sempre vestida de igual

É uma dúvida que eu própria tinha antes de começar e que muita gente manifesta quando se fala em armário cápsula. Como tenho menos peças é natural que as repita mais vezes, mas como larga maioria das peças que tenho são bastante simples dão menos nas vistas e não é tão percetível a repetição. Na verdade, acho que pensamos que as pessoas reparam mais no que vestimos do que realmente reparam.

Está tudo mais arrumado

Menos roupa é igual a menos desarrumação. Com um armário mais pequeno é muito mais fácil manter tudo organizado e isso também facilita as manhãs. E casa mais arrumada é igual a uma vida mais feliz e menos stressante.

Muitas amigas pedem ajuda para criar o seu armário cápsula

Muitas das pessoas à minha volta ficaram entusiasmadas com esta minha decisão e têm vontade de fazer o mesmo. Só posso pensar que isso deriva do facto de eu estar realmente feliz com esta decisão, me sentir bem e transmitir isso a quem me rodeia.

Muitas peças não chegam ao próximo inverno

Ao ter muito menos roupa uso muito mais vezes cada peça, se não adquirir peças de qualidade superior facilmente começam a ficar largas, com borboto, gastas… É importante investir mais em cada peça para terem durações maiores, ou então ter certas peças base e tudo o que são t-shirts e coisas mais básicas e mais acessíveis usar um ano e no ano a seguir comprar novas.

Não poder ceder às tendências

Não há uma proibição, mas se quero um armário funcional tenho de pensar que demasiadas cores e demasiados padrões só vão dificultar o meu dia a dia. Mas é difícil. Há coisas lindas nas lojas, vejo coisas lindas nos looks no Instagram e é preciso estar mesmo muito bem com a minha decisão para conseguir não correr a comprar e estragar tudo.

Ainda não ter definido o armário da estação seguinte

Como este foi o primeiro ano que criei um verdadeiro armário à volta deste conceito ainda não tenho um armário de primavera/verão definido. Já pensei nas cores, no tipo de peças que quero, mas estou à espera que o tempo aqueça para comprar alguma coisa. Por essa razão estou numa fase ingrata de transição. Já não está frio para malhas e casacos mais quentes, mas ainda não está calor para ir só de top ou t-shirt e tenho poucas coisas de meia estação. Acredito que no próximo ano já será mais fácil.

 

Apesar de ser novata nisto estou orgulhosa do percurso até aqui. Não senti falta de nenhuma peça da qual me tivesse desfeito, até achei que criei um armário demasiado grande e algumas peças quase nem usei. Comprei apenas uma camisola para o Natal e recebi 5 ou 6 peças de roupa de marcas parcerias. E agora que o tempo está a melhorar já comprei mais uma peça que fará parte do meu armário de primavera/verão. Muito em breve trago-vos novidades sobre as compras de primavera!

 

Também queres criar um armário cápsula? Lê aqui como podes começar um.

Não tens muito tempo ou achas que não tens jeito para a coisa? Precisas de ajuda? Gostavas que alguém te ajudasse a definir o que deve ficar e o que deve ir embora, que looks podes usar com as peças que sobraram e, se necessário, que peças deves comprar para completar o teu armário?

Contrata o meu serviço de consultoria

You Might Also Like