3 coisas que aprendi sobre compras com o melhor livro que li sobre Armário Cápsula

Básico

Provavelmente quando pensas em Armário Cápsula nunca te passou pela cabeça comprar um livro para aprender mais sobre o assunto. Aliás, muita gente pensa: há tanta coisa na internet, porque é que vou gastar dinheiro num livro? Mas hoje explico-te porque é um bom investimento comprares o melhor livro que li sobre Armário Cápsula.

Quase tudo o que queres ou precisas saber está na internet, é verdade, mas é raro encontrares toda a informação agrupada. As coisas encontram-se dispersas e o tempo que tens livre nem sempre é o suficiente para conseguires pesquisar tão profundamente como gostarias.

Resultado?

Acabas por desistir do assunto e o teu desejo de criar um armário cápsula é adiado mais umas semanas, ou meses, ou anos…

Ao comprares um livro que compila tudo o que precisas saber sobre o assunto para avançares, será muito mais rápido absorveres a informação e passares à prática. Aqueles minutos antes de dormir transformam-se em minutos para ler um bocadinho e estares cada vez mais perto do teu armário ideal.

Quando descobri o livro The Curated Closet fiquei na dúvida se o deveria comprar. Na altura já tinha o meu armário cápsula mais ou menos implementado e achei que se calhar não valia a pena investir num livro. Mas por menos de 20€, porque não? De certeza que ia descobrir coisas novas e livros nunca são de mais.

Não só aprendi coisas novas como melhorei o meu armário cápsula e otimizei alguns processos, principalmente no que diz respeito à aquisição de novas peças.

A própria Anuschka Rees diz que “Ser um consumidor consciente neste mundo obcecado em acumular mais e mais coisas é um verdadeiro desafio. Anúncios cheios de brilho, grandes produções com celebridades e campanhas de social media inteligentes estão em todo o lado, e a roupa tendência está agora mais disponível e monetariamente acessível do que nunca. Esta é uma combinação perigosa que tem tido bastante impacto nos nossos hábitos de consumo.”

 

Três coisas que aprendi com o livro The Curated Closet sobre compras para o meu armário cápsula

 

Nunca sair sem uma lista

Apesar de ter aderido a esta tendência de ter menos coisas, eu adoro roupa e quando entro em qualquer loja, por segundos, deixo-me apaixonar por um monte de coisas que sei que depois no dia a dia não me iam ser assim tão úteis. Mesmo sabendo de todas as regras, há dias em que sentimos o impulso de comprar e o mais provável é acabarmos a gastar dinheiro em coisas desnecessárias. Só entro em lojas de roupa se tiver mesmo de comprar alguma coisa, e sempre munida de uma lista daquilo que efetivamente me levou lá.

 

Comprar com calma

Não estou a falar de calma no dia em que vamos às compras, mas sim em irmos acrescentando peças ao nosso armário lentamente. No lugar de fazermos uma lista e comprarmos tudo de uma vez, devemos dar tempo para que o nosso armário vá revelando as falhas que tem e comprar uma coisa de cada vez, quase como degustando cada peça nova e a mais valia que traz ao nosso armário.

 

Prestar atenção aos detalhes

Confesso que, durante muito tempo, fui daquelas pessoas que comprava porque era barato. Principalmente no que dizia respeito a básicos, preferia sempre o que fosse mais barato sem olhar a outros pormenores. Desde que comecei a prestar mais atenção ao detalhe de cada peça percebo que faço compras muito mais inteligentes, de coisas que não só duram mais tempo como me assentam muito melhor. Sim, continuo a ter coisas da Primark e as minhas peças mais caras não vão muito além da Zara e da Mango, mas qualidade não tem só a ver com a loja, tem muito mais a ver com as características de cada peça em si.

 

Se ficaram interessadas em adquirir o livro, podem fazê-lo na Amazon. Eu mandei vir o meu da Amazon.es e chegou em uma semana.